Blog |
voltar

Densitometria Óssea de Corpo Inteiro: Saiba quando fazer este exame.

exame de densiometria óssea

A Densitometria Óssea é um procedimento frequentemente utilizado para diagnosticar doenças que podem afetar os ossos, como Osteoporose e Osteopenia.

Mas você sabia que este exame é o mais eficaz para para aferir a composição corporal?

Através de uma moderna tecnologia, é possível discriminar corretamente os percentuais de tecido magro (músculo) e tecido gorduroso em cada segmento do corpo.

Este método é considerado o único capaz de avaliar diretamente todos os compartimentos corporais (massa óssea, massa magra e massa gordurosa), sem precisar de coletar dados a partir da medida de um segmento. Além disso, é um exame com baixa exposição à radiação.

exame de densiometria óssea de corpo inteiro

Medir a massa muscular ajuda na qualidade de vida, pois identificar a quantidade de perda de músculos é essencial. Principalmente para idosos devido à incidência de doenças cardiovasculares, diabetes ou  trombose.

A densitometria permite detectar a redução da massa, fator de risco para o aparecimento dessas doenças.

Como funciona este exame

Realizado de forma rápida (no máximo 10 minutos), a densitometria é um procedimento indolor. O teste é executado com o laser do aparelho passando sobre todo corpo, digitalizando os ossos e analisando a partir da quantidade de radiação e detectores.

A utilização da técnica de densitometria por dupla emissão de raios-x na avaliação da composição corporal, possibilita medir tanto a massa óssea quanto todo conteúdo corporal de gordura e massa magra.

São emitidos dois tipos de radiação que examinam o corpo: uma é absorvida pelo osso, e a outra pelos tecidos moles, como músculo e gordura.

As informações obtidas são transformadas em imagens que serão analisadas posteriormente. Para efeito de comparação, pode-se dizer que o exame é como uma radiografia.

Os resultados  são calculados seguindo um padrão internacional, o T-score, que mostra os números de uma massa óssea saudável. A densitometria compara seus ossos com os da média normal e saudável para cada faixa etária.

Restrições

Não existem restrições para a realização do exame. A única orientação é evitar o consumo de cálcio (como em suplementos) nas 24 horas que antecedem o exame, pois ele pode afetar nos resultados.

Evite também o uso de joias, colares, ou quaisquer itens com aros ou superfícies em ferro.

Indicações para a Densitometria de corpo inteiro

A densitometria pode ser aplicada em vários casos, entre eles anorexia, obesidade, medicina esportiva, reabilitação motora de doenças neuromusculares e em avaliações nutricionais.

Ela também pode ser utilizada para monitorar alterações de massa magra e de gordura esperadas nos pacientes em uso de hormônio de crescimento, corticosteróides, esteróides sexuais e nos transplantados em uso de imunossupressores.

Casos de hiperparatireoidismo, transtornos nutricionais e metabólicos como a obesidade ou desnutrição e acompanhamento após cirurgia bariátrica são outras indicações para os exames de corpo inteiro.

O consumo exagerado de álcool ou casos de tabagismo também podem exigir a necessidade do teste. Além disso, pessoas com histórico de quedas constantes ou histórico de fraturas na família também devem realizar o exame.

Para a avaliação de idosos ou a preparação física de atletas, a densitometria duo-energética tem características singulares que fazem do procedimento a referência em termos de avaliação da composição corporal.

É o único método capaz de obter a composição de massa magra, gordura e tecido mineralizado.

Densitometria ou Bioimpedância?

A densitometria é uma técnica utilizada na Europa há anos e é muito recomendada por diversos especialistas pelo nível de precisão em relação a outros métodos, como a bioimpedância, por exemplo.

O exame de bioimpedância utiliza correntes elétricas de baixíssima intensidade para calcular o percentual de gordura. Porém, para obter resultados constantes, o nível de água do seu corpo precisa ser visto com antecedência e precisão.

Isto acontece pois, este método depende do nível de hidratação – já que as correntes elétricas medem a composição dos tecidos com base na condutibilidade de cada um.

A Densitometria é muito mais precisa e não avalia apenas o percentual de gordura, pois permite uma análise completa da massa óssea e muscular. O exame reconhece qualquer tipo de desequilíbrio muscular em todo corpo humano.

Este procedimento é considerado um dos melhores métodos e está sendo indicado pelos médicos por ser completo e por permitir prescrever tratamentos de forma mais assertiva.

Mantenha seus exames em dia! Agende já seu procedimento.

Agende seu exame

Solicite o agendamento do seu exame online, com conforto e comodidade.

SOLICITAR AGENDAMENTO