Blog |
voltar

Não tenha mais medo da ressonância magnética

Seja por causa de mitos ou por ser um aparelho grande e com a aparência um tanto quanto “futurista”, o exame de ressonância magnética ainda causa medo e estranhamento em muita gente. O barulho alto que a máquina produz durante o procedimento também é motivo de desconforto em algumas pessoas. Mas você sabe como funciona a ressonância magnética e quais são seus benefícios?

 

A Ressonância Magnética (RM) é um dos mais modernos mecanismos de diagnóstico por imagem que existe, e realiza os exames através de uma máquina capaz de criar reproduções em alta definição dos órgãos internos, com o uso de um campo magnético. O equipamento onde é realizado o exame possui um grande ímã, que mediante campos magnéticos e pulsos de radiofrequência, “conversa” com o corpo humano, recriando imagens dos órgãos, tecidos e sua estrutura.

 

Com sua avançada tecnologia de imagem e resolução, um exame de ressonância magnética possibilita a visualização detalhada do interior do corpo do paciente, possui pouquíssimas contraindicações, e não utiliza radiação – saindo na frente de todos os outros métodos para obtenção de um diagnóstico seguro.

 

Para que serve a ressonância magnética

O exame de ressonância magnética tem a capacidade de identificar desde lesões comuns, até tumores, em casos mais graves. É possível diagnosticar doenças neurológicas, como Mal de Alzheimer, esclerose múltipla ou lesões nos vasos sanguíneos, que podem indicar aneurismas ou coágulos. Infecções, problemas abdominais, tendinite, hérnias de disco na coluna e ligamentos rompidos nas juntas também podem ser observados pelo exame. Até mesmo infartos e problemas urológicos e ginecológicos podem ser identificados.

 

Essencial para identificar problemas com rapidez

Por ser extremamente preciso, e capaz de gerar imagens em alta definição, o exame de ressonância magnética é decisivo na identificação precoce de algumas doenças graves, como por exemplo, aneurismas cerebrais. Por ser uma patologia com taxas mais altas de mortalidade, ao detectar mesmo os aneurismas mais ínfimos, a ressonância se torna a melhor alternativa para um diagnóstico rápido e consequentemente, um tratamento antecipado será também mais efetivo contra a doença.

 

Como é feita uma ressonância magnética

A duração de uma ressonância varia de 15 a 30 minutos, podendo se estender de acordo com seu objetivo e a região do corpo que será examinada. Todo processo é indolor e sem nenhum efeito colateral. Através de uma maca, o paciente é submetido à uma máquina chamada bobina, responsável pelo campo magnético e reprodução das imagens.

 

Para uma melhor realização do procedimento e captação das imagens, o paciente necessita ficar imóvel durante todo o processo, pois o mínimo movimento pode alterar o resultado do exame. Crianças ou pessoas claustrofóbicas podem sofrer com essa única exigência, mas existe a possibilidade desses pacientes serem sedados.

 

O uso de qualquer objeto de metal (como joias, zíper, ou óculos), também pode comprometer a qualidade do exame. A orientação é retirar todos esses itens, até mesmo piercings e alianças.

 

Em alguns casos, o uso de um contraste intravenoso é necessário – ele melhora a qualidade das imagens recolhidas – mas esse contraste se trata de um líquido que é eliminado normalmente pela urina posteriormente ao exame.

 

Tipos de ressonância

Diversas áreas do corpo humano podem ser alvo de uma investigação por ressonância, entre os mais solicitados, estão: os exames que buscam tumores na pelve, abdômen ou tórax; a verificação das articulações; a ressonância da coluna para identificar tumores; e a análise do crânio que diagnostica hemorragias internas e problemas cerebrais.

 

Vantagens deste exame

A ressonância magnética ainda assusta algumas pessoas que não estão familiarizadas com o procedimento. Mas a realização desse exame é totalmente segura, e uma de suas maiores vantagens é a não utilização da radiação ionizante, muito comum no raio x e nas tomografias.

 

Além do fato que os registros em alta qualidade obtidos através da ressonância são superiores a qualquer outro tipo de verificação por imagem, fazendo, assim, a ressonância magnética ser o melhor exame para analisar as partes moles do corpo humano.

 

Como se preparar

Antes de iniciar o procedimento, alguns cuidados devem ser tomados pelo paciente:

  • Alertar o médico responsável do uso de qualquer tipo prótese, implante, clipes de aneurismas cerebrais ou marca-passo (essas pessoas estão impossibilitadas de realizar o exame);
  • O equipamento que realiza a ressonância magnética faz um ruído alto – que é o normal do próprio aparelho. A equipe médica oferece protetores auriculares para o seu conforto;
  • Não existe nenhum prejuízo para mulheres grávidas realizarem o exame. Mas é aconselhado aguardar até a 12ª semana de gravidez, por precaução.

Agende sua Ressonância

Não adie o cuidado com a sua saúde. Conte com a nossa equipe e venha conhecer a nossa moderna infraestrutura. A ressonância magnética possibilita um diagnóstico rápido, preciso e confiável. Faça o seu agendamento!

Outras informações: 31 3337.7763 | 31 2513.6001

contato@tomocenter.com.br

31-99449.9441

Agende seu exame online, com conforto e comodidade

Clique aqui para solicitar seu agendamento

Agende seu exame

Solicite o agendamento do seu exame online, com conforto e comodidade.

SOLICITAR AGENDAMENTO