Blog |
voltar

OUTUBRO ROSA

A campanha Outubro Rosa é muito importante, para que as mulheres se conscientizem de que é importante realizar ao menos uma mamografia por ano.

Como método de imagem, nada tem um custo benefício equiparável a mamografia digital, nem mesmo o auto-exame, que muitas vezes, faz com que a paciente tenha um “excesso de confiança” caso não encontre nenhuma alteração através do toque.

A doença que muitas vezes tem origem genética, também tem incidência, em menor número, em pacientes sem histórico familiar. Mulheres acima de 40 anos, sem exceções, devem fazer o exame de mamografia regularmente, independente da ausência de sintomas ou ausência de história familiar.

banner

Número 1 em taxa de mortalidade de mulheres no mundo, o câncer de mama é uma doença avassaladora, que representa 25% dos casos de câncer em mulheres em todo o mundo. No ano de 2016, a previsão era de 60 mil mulheres acometidas pela doença no Brasil. Em 2013 foram contabilizadas 14 mil mortes pela doença.

O que é o Câncer de Mama?

O Câncer de Mama é o desenvolvimento anormal e irregular, de forma relativamente rápida e descoordenada do tecido mamário, geralmente por alterações genéticas, que podem ser hereditárias ou adquiridas. Mais de 85% dos casos de câncer de mama não são hereditários.

Em seu funcionamento normal, o corpo substituiu as células antigas por células novas e saudáveis. As mutações genéticas podem alterar a habilidade da célula de manter sua divisão e reprodução sob controle, produzindo células em excesso, formando o tumor.

Um tumor pode ser benigno (não perigoso para a saúde) ou maligno (tem o potencial de ser perigoso). Os benignos não são considerados cancerígenos: suas células têm aparência próxima do normal. Elas crescem lentamente e não invadem os tecidos vizinhos, nem se espalham para outras partes do corpo.

Fatores de risco

Alguns fatores de risco estão relacionados com o aumenta da incidência do câncer de mama, como etilismo, sedentarismo, obesidade, nuliparidade, uso de hormônios.

Câncer de mama é o tipo de câncer que mais mata mulheres no Brasil e no mundo. Em termos de incidência, é o segundo tipo mais frequente, atrás apenas do câncer de pele – o melanoma.

A taxa de sobrevida pode superar os 88%, caso o diagnóstico e tratamento sejam realizados nos estágios iniciais da doença.

A incidência é maior em mulheres acima dos 40 anos e com história familiar positiva.

Agende seu exame

Solicite o agendamento do seu exame online, com conforto e comodidade.

SOLICITAR AGENDAMENTO